sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

HENFIL


Henrique Filho (1944/1988)
http://pt.wikipedia.org/wiki/Henfil

De Minas para o Rio!

Do Rio para o mundo!

Um dos mais influentes chargistas do Pasquim.
Foi um dos chargistas e quadrinhistas mais originais, criativos e combativos que este país já teve. Dono de humor extremamente irônico, foi diretor de cinema (Tanga, deu no New York Times), escritor (Diário de um Cucaracha, Cartas pra mãe, Henfil na China antes da Coca-cola) e apresentador de TV (TV Homem). Cativou a todos por seu traço rápido e expressivo, além do humor irônico e corrosivo. Suas caricaturas pareciam desenhos caligráficos, assinaturas geniais e pessoais.
Ele arrancou lágrimas de milhares de pessoas em 1988, ao perder a luta contra a AIDS, doença contraída ao receber transfusão de sangue. Era hemofílico (como Betinho e João Mário, seus irmãos também mortos pelo sangue contagiado). O ministério da saúde da ditadura brasileira alegava ser muito caro examinar o sangue que era doado aos hospitais.

2 comentários: