domingo, 26 de dezembro de 2010

JULIO SHIMAMOTO, POR BIRA DANTAS



Conheci Shima no Encontro de Quadrinhos em Araxá em 1986 ou 87.
Eu o reencontrei num lançamento na Comix em 1990.
Nunca mais pareamos de conversar, nem que seja por e-mail.
É um Mestre com M maiúsculo!

JULIO SHIMAMOTO
http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAlio_Shimamoto

Particularmente muito conhecido por seus trabalhos no gênero terror, estreou profissionalmente como desenhista de histórias em quadrinhos em 1959 pela Editora Continental/Outubro, onde desenhou a primeira HQ do Capitão 7.[3] Em Maio de 1963, criou a pedido de Maurício de Sousa, as tiras o personagem Fidêncio, o gaúcho, para o Suplemento Infanto-Juvenil do jornal Folha de S. Paulo.

Entre 1961 e 1964 Shimamoto foi um dos responsáveis pelo movimento de nacionalização dos quadrinhos, ao lado de Mauricio de Sousa, Ely Barbosa, Gedeone Malagola, entre outros criou a Associação de Desenhistas de São Paulo (ADESP). Temendo represálias passou a se dedicar a publicidade.

Entre em meados da décadas de 1970 e início 1980 trabalhou com quadrinhos em várias editoras, Vecchi, Grafipar, Bloch Editores, sempre desenhando (e às vezes roteirizando também) HQs de terror, artes marcias e, em menor grau, HQs eróticas.

Em 2002 Shimamoto recebeu uma homenagem da Câmara Municipal de São Paulo e em 2005 recebeu outra homenagem, dessa vez a Moção de Congratulação nº 230/05 pela Câmara Municipal de Jaboticabal. Considera Flavio Colin como o melhor desenhista brasileiro.
Foi convidado de honra e homenageado no 5º Festival Internacional de Quadrinhos em 2007, tendo o Japão como país homenageado.[9] 2008, ilustrou o livro BANZAI! História da Imigração Japonesa no Brasil para as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa, em 2009 publica Samurai, uma colêtanea de histórias sobre samurais, ninjas, entre outros artistas marcias pela EM Editora (na verdade um selo da Mythos Editora) e Quadrinhos para telefone celular da Operadora OI.
Seu apelido nos círculos de histórias em quadrinhos é "Samurai dos quadrinhos".

TELEFÓNICA LE QUITÓ EL APOYO A "IMAGINARIA", Y DARÁ DE BAJA A "LA BIBLIO DE LOS CHICOS" Y "GUÍA DE LETRAS"
Por favor, leer y difundir el blog
http://noalcierredelabiblio.blogspot.com/
Los que apoyen la iniciativa, enviar nombre completo, apellido y DNI a noalcierredelabiblio@gmail.com

Con mucha sorpresa y disgusto recibimos la noticia de que la Fundación Telefónica deja de publicar La Biblio de los Chicos, donde Banda Dibujada lleva adelante la sección HISTORIETA. También suspende la página Guía de Letras y, como si esto fuera poco, le retira el apoyo a la Revista Imaginaria.
Queremos suponer que ellos ignoran todo lo que estos sitios significan para lectores, docentes y especialistas en literatura infantil y juvenil, de otro modo, no se justifica semejante decisión.
Tanto la Guía como la Biblio se "congelan" a partir del 1º de enero de 2011 y, según nos informan, permanecerán on line, redireccionadas a un servidor de España.
Los que adhieran a la prouesta, solicitan a la Fundación Telefónica que revise esta decisión y convocamos a todos quienes puedan colaborar para sostener estos sitios que tanto han trabajado por difundir y promover la literatura infantil y juvenil.
Por favor, leer y difundir el blog
http://noalcierredelabiblio.blogspot.com/
Los que apoyen la iniciativa, enviar nombre completo, apellido y DNI a noalcierredelabiblio@gmail.com

2 comentários:

Nei Lima disse...

Muito bãos, como sempre, meu amigo Birão!
Há tempos que eu não posto no fotolog. Perdi o tesão de postar lá.
E por isso a gente não tem se comunicado...
Mas continuo te acompanahando aqui pelo sistema de blogs.

Um forte abraço!

Igor mendonça disse...

muito bom mesmo.