quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

HOMENAGEM AOS DESENHISTAS DO GIBI "OS TRAPALHÕES" DO ESTÚDIO ELY BARBOSA

OS TRAPALHÕES NOS ANOS ELY BARBOSA
De 1976 a 1987, o Gibi dos Trapalhões foi publicado pela Editora Bloch. Criado pelo Mestre Edmundo Rodrigues (cartunista, caricaturista e quadrinhista que adaptou em Quadrinhos "Jerônimo, o heroi do Sertão" e criou dezenas de personagens), ele editou o Gibi dos Trapalhões de 1976 a 79 e -pelo sucesso dos gibis de Super-heróis da Marvel e crescente demanda- contratou vários profissionais pra produzir o gibi. Em 1979, Ely Barbosa apresentou um novo projeto a Bloch Editores, recriando totalmente os personagens (a partir de Model Sheets de Carlos Carcamo) e seguindo um caminho diverso ao do programa de TV (que era a marca da produção quadrinhística até então). Ely, criador de inúmeros personagens como Cacá e sua Turma, Gordo, Patrícia, Os Amendoins, Zé Apostador -entre outros- tinha uma equipe de artistas fixos e free-lancers, capazes de produzir o gibi mensal, além dos almanaques e revistas especiais.
Esse período foi marcante na vida de muitos quadrinhistas: o chileno Carlos Cárcamo (irmão do ilustrador e caricaturista Gonzalo), os brasileiros -já veteranos- Eduardo Vetillo, Bonini, Joel França, Watson Portela, João Batista Queiroz, Sergio Lima, Carlos Migliorin, Pontes, Kimura e -os então novatos- Bira Dantas, Cidão e Arthur Garcia. Mas foram muitos outros artistas do traço, do nanquim, das cores e das letras que fizeram essa história.
Mingo e Vetillo nas capas; Sérgio Valezin, Genival Souza, Flávio da Costa Pinheiro, Ricardo Martins, Orlando S. Costa nos roteiros; letras e arte-final de Marcos Maldonado, Waldemar Watanabe, Wanderley Feliciano, João Andrade, Waldir Odorisso, Otávio Barbosa (filho de Ely); cores de Déborah Maluf, Alexandre Silva e Yara Raphael e coordenação de Theresa Rodrigues e Eliete R. Barbosa (respectivamente, esposa e filha do Ely).
O que mais chamava atenção nesta época eram os roteiros non-sense-anárquicos e os estilos diferentes de cada desenhista. Apesar de seguirmos o "model sheet" do "chileno" Cárcamo, o Ely não tentava uniformizar os estilos. Assim, durante uma década, muita gente boa se esbaldou pelos Quadrinhos que saíam daquele estúdio, da avenida Indianópolis...
TRAPAS NA WEB
Para quem quiser ter mais informações sobre este período da produção quadrinhística brasileira, acesse: http://www.bigorna.net/index.php?secao=birazine&id=1173761595 http://chester.me/archives/2007/05/bira_dantas_e_o.html http://www.universohq.com/quadrinhos/2009/trapalhoes.cfm
AGRADECIMENTOS
Esses Quadrinhos não seriam possíveis sem a ajuda de Alexandre Silva (cores), Cidão Norberto (desenhos das páginas 03 a 17) e os vários artistas que emprestaram seus Quadros "perdidos no tempo" para ilustrar essas páginas. Detalhe: eu não escrevi os diálogos da página que se refere ao meu trabalho (rs)! Boa diversão:

17 comentários:

Marcus Ramone disse...

Só duas palavras, Bira: DO CARALHO!

Cárcamo Luna disse...

Fue un bonito tiempo aquel porque me permitió desarrollarme como desenhista de quadrinhos, cosa que hacía en mi infancia y adolescencia.
Um grande abraço para toda aquela turma legal!
Obrigado pela homenagem.
Fala, Bira, voçe recebeu os calendarios?

Denilson Fontanetti (Turma do Papi) disse...

Legal esse documentário. Abraços a você, Cidão e Alexandre.

Daniel Linhares disse...

Demais, Bira!
Ótimas lembranças! Tinha apenas um exemplar dessa fase dos Trapalhões que lia e relia quando era pequeno e agora está guardado com muito carinho na minha coleção de gibis!
Abraço!

Josival Fonseca disse...

Caramba, isso aqui ficou muito divertido mesmo. Ainda peguei uns poucos destes gibis por volta de 1984, 85, 86. Hoje não tenho nenhum exemplar devido as trocas que fiz na época já que nem sempre tinha dinheiro pra comprar. Alguma editora já pensou em republicar esse material?

Tião Ferreira disse...

Ah, meu amigo, não sabe o que perdeu... Tinha a Nega Maravilha, o Êta Troço, He-Gay, Tarzamba, Conão, Trapa Suat... Ely Barbosa sacaneava tudo que passava na tv e na mídia da época. Uma hq intitulada "A MALETA DA FORTUNA" marcou muito minha infância, tinha muitas "lições de moral".

Daniel Paes Cuter disse...

Muito bom! (Vim aqui pelo Universo HQ) eu cheguei a comprar alguns desses números e é sempre legal ver os artistas que faziam (e não eram creditados). Seria legal reunir esses posts em um CBR ou um PDF.

Justin disse...

Oi Bira, queria a sua permissão pra postar esta HQ no meu blog Quadrinhos Antigos, lá inclusive eu já tenho postado algumas revistas dos Trapalhões:
http://quadrinhosantigos.blogspot.com.br/search/label/Trapalh%C3%B5es

Hunter disse...

Fantástico, Bira. Parabéns!

Bira disse...

Essa HQ pode ser compartilhada e postada a vontade! Abracos

Bira disse...

Essa HQ pode ser compartilhada e postada a vontade! Abracos

Chan disse...

Adorava aquelas revistas. Fundamentaram uma visão crítica e bem humorada da vida em minha vida juvenil.

Télio Navega disse...

Muito bom, Bira. Parabéns. E obrigado por compartilhar.

Unknown disse...

Parabéns! Tive muitas delas e lembro dos personagens (Batmão e Robinho, Nega Maravilha, Indidiana Jones, Didi Holmes e Zaca Watson...). Lamento não tê-las mais. Já procurei por "scns" na Internet, mas nunca encontrei.
Eram realmente muito engraçadas e mais voltadas para um publico juvenil, ao contrário da sua sucessora da Abril. Tinha muita curiosidade em saber os desenhistas (descobri hoje que o meu preferido era o Ademir Pontes). Obrigado por esta postagem e parabéns àquela equipe, que me proporcionou muita diversão.

Juliano disse...

Caracas, um retorno a infancia! Tive algumas e a grande sacada sempre foi a desconstrução daquilo que rolava na TV e me marcou muito(assim comi alguns colegas da epoca que curtiam aquela esculhambacao e davamos varias risadas) algumas como ( Nega-Maravilha, Trapa Swat, Branca das Neves, He-Gay, Homem-Aranho, Didi Hulk?, etc)Rs Sensacional!!

Juliano disse...

Caracas, um retorno a infancia! Tive algumas e a grande sacada sempre foi a desconstrução daquilo que rolava na TV e me marcou muito(assim comi alguns colegas da epoca que curtiam aquela esculhambacao e davamos varias risadas) algumas como ( Nega-Maravilha, Trapa Swat, Branca das Neves, He-Gay, Homem-Aranho, Didi Hulk?, etc)Rs Sensacional!!

Skætos disse...

Estou maravilhado. Gostaria muito de poder reler aquelas revistas.